Processo Seletivo Especial para Quilombolas divulga resultado

Em 2013, pela primeira vez, estudantes de origem quilombola serão calouros da Universidade Federal do Pará (UFPA). Dos 596 inscritos, apenas 130 continuam na disputa por uma das 358 vagas ofertadas no Processo Seletivo Especial (PSE 2013 – 1). Confira aqui a relação de aprovados. O Centro de Processos Seletivos da UFPA (Ceps) orienta ainda os candidatos sobre a próxima fase da seleção.

Nessa primeira fase, composta de uma prova de conhecimentos gerais e uma redação, o objetivo foi medir  as competências e habilidades mínimas necessárias a um bom aproveitamento no curso de graduação, de modo não só a garantir a qualidade dos futuros profissionais formados pela Universidade, mas também  minimizar a evasão dos graduandos ao longo de sua duração.

Foram 100 candidatos aprovados nos campi da Instituição em Abaetetuba, Bragança, Cametá e Castanhal. No Campus de Belém, foram 30 aprovados. Entre os cursos que a Universidade oferece, o mais disputado entre os candidatos quilombolas foi o de Serviço Social, com 55 inscritos para duas vagas ofertadas; Pedagogia, com 49 inscritos também para duas vagas; e Engenharia Industrial, com 45 inscritos concorrendo a duas vagas, todos em Abaetetuba.

Entrevistas - As entrevistas, que correspondem à segunda fase do Processo Seletivo para Quilombolas, serão realizadas no período de 6 a 8 de dezembro, e os locais e os horários de sua realização serão disponibilizados no site do Ceps, a partir da próxima sexta-feira, 23 de novembro.

De acordo com Zélia Amador, pesquisadora da Universidade e integrante da comissão responsável pela seleção quilombola, o Pará é a terceira maior unidade de federação em número de comunidades formadas por ex-escravos. São pelo menos 400 agrupamentos e milhares de jovens que sonham com o ensino superior. “Normalmente, grande parte das comunidades quilombolas só tem até a 4ª série do ensino fundamental. Grande parte dos quilombolas cursa ensino médio pelo sistema modular, mas é preciso um sistema regular para essas comunidades, inclusive, no dia 21, o ministro da Educação homologa as diretrizes nacionais para a educação quilombola”, afirma.

Para a coordenadora do Ceps, Marilucia Oliveira, a primeira fase superou expectativas. “Podemos considerar um sucesso essa primeira fase, tivemos um número alto de inscritos e o desempenho dos candidatos na prova objetiva foi muito bom”, ressalta.

Do concurso – O Processo Seletivo Especial para Quilombolas é composto de duas fases: a primeira consiste em uma prova objetiva de múltipla escolha e a segunda trata-se de entrevista individual, com objetivo de classificar os candidatos de acordo com o perfil de cada curso, bem como verificar o seu grau de pertencimento às comunidades quilombolas. Para isso, o candidato deverá apresentar documentação que comprove esse pertencimento no dia da entrevista.

Serviço

Resultado do Processo Seletivo Quilombola 2013 da UFPA
Site: www.ceps.ufpa.br
Segunda fase : de 6 a 8 de dezembro de 2012.
Informações: (91) 3201.8386 e 3201.7266 ou ainda pelo e-mail ceps@ufpa.br.

Texto: Rafaela Justino - Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre Moraes

Publicado em: 20.11.2012 18:00