Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Conselho Universitário da UFPA rejeita, por unanimidade, proposta do “Future-se” do MEC
Início do conteúdo da página

Conselho Universitário da UFPA rejeita, por unanimidade, proposta do “Future-se” do MEC

  • Publicado: Segunda, 23 de Setembro de 2019, 17h22

23.09.2019 Debate Future se Foto Alexandre de Moraes 9

Em reunião ordinária realizada na última segunda-feira, dia 23 de setembro, o Conselho Universitário (Consun) da Universidade Federal do Pará rejeitou, por unanimidade, a proposta do Programa “Future-se”, criado pelo Ministério da Educação (MEC) para estimular a captação de recursos privados nas universidades públicas.

373x212 23.09.2019 Debate Future se Foto Alexandre de Moraes 7O debate ocorreu no auditório da Secretaria Geral dos Conselhos Deliberativos Superiores (SEGE/UFPA), no prédio da Reitoria, no Campus Guamá. A plenária foi aberta pelo presidente do Consun, o reitor Emmanuel Tourinho, que recuperou todo o processo de discussão do projeto na UFPA, iniciado com o debate promovido pela Reitoria, no Centro de Eventos Benedito Nunes, e seguido por reuniões nas Unidades Acadêmicas. Na sequência, o reitor Emmanuel Tourinho conduziu os debates, concedendo aos conselheiros a oportunidade de apresentação das deliberações das unidades que representam.

373x212 23.09.2019 Debate Future se Foto Alexandre de Moraes 5Os discursos contra o “Future-se” ecoaram de professores, alunos e técnicos, os quais consideram a proposta do governo federal um retrocesso para a educação superior, em particular na previsão de criação de Organizações Sociais para a gestão das universidades. Também foram criticadas as decisões do MEC em relação aos bloqueios de recursos financeiros das universidades públicas e de corte de bolsas de pesquisas.

Antes da reunião do Consun, os campi e as demais Unidades Acadêmicas da UFPA promoveram debates com as suas congregações. Em resposta, manifestaram total oposição à proposta do “Future-se”. Para o diretor do Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ), professor José Benatti, “o Future-se representa a privatização do bem comum, que é a educação”.

373x212 23.09.2019 Debate Future se Foto Alexandre de Moraes 10O diretor do Instituto de Ciências Exatas e Naturais, Marcos Diniz, também reforçou durante a sua fala que o projeto apresentado pelo governo é inconstitucional, cabendo, em uma eventual aprovação pelo Congresso Nacional, o recurso ao Supremo Tribunal Federal.  “Essa proposta do governo se insere num projeto mais amplo de ataque à ciência no País. A nossa luta agora é contra o Future-se, mas a luta maior é contra o obscurantismo”.

O coordenador do Campus Tocantins/Cametá, Doriedson Rodrigues, ressaltou a importância do ensino superior gratuito para filhos e filhas de trabalhadores no interior do Pará, que, como ele, poderão transformar suas vidas para melhor. “Esse Future-se e esses bloqueios de recursos impedem que mais jovens tenham acesso à universidade, que pesquisas possam ser realizadas. Este programa do governo é a negação da oportunidade a esses jovens carentes de entrarem numa universidade, é a negação para que a gente continue atuando nas regiões”.

373x212 23.09.2019 Debate Future se Foto Alexandre de Moraes 3Durante seu pronunciamento, o reitor Emmanuel Tourinho falou dos dados que apontam que 85% dos discentes da UFPA se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Destes, 80% são filhos de pais que não tiveram a oportunidade de frequentar uma universidade.

Diante de todas as manifestações sobre o projeto apresentado pelo governo para a educação superior, Emmanuel Tourinho salientou a qualidade e a representatividade do debate realizado. Para o reitor, “o Future-se provocou uma discussão mais ampla, envolvendo toda a comunidade acadêmica, sobre o projeto de universidade que queremos. Penso que saímos desse processo com um saldo muito positivo em termos dessa conscientização, que obviamente ajuda para os passos seguintes em defesa da universidade pública, gratuita, de excelência, plural, inclusiva e democrática”, concluiu.

Ao final da reunião, Consun aprovou uma manifestação oficial sobre o Future-se. Leia aqui a íntegra do documento. 

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Alexandre de Moraes

registrado em:
Fim do conteúdo da página