Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > UFPA lança campanha de eficiência energética no Campus Belém
Início do conteúdo da página

UFPA lança campanha de eficiência energética no Campus Belém

  • Publicado: Quarta, 16 de Outubro de 2019, 17h00

09.10.2019 É Da Nossa Conta Lucas Brito SITE 9

“É da Nossa Conta”, assim foi batizada a nova campanha educativa lançada pela Universidade Federal do Pará para lembrar a todos os seus frequentadores a responsabilidade que cada um tem em relação ao consumo de energia na Instituição. A campanha, que faz parte do Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS) da UFPA, busca reduzir os gastos com energia elétrica por meio de diversas medidas aplicadas, inicialmente, no Campus de Belém.

camp2O projeto da campanha tem a participação da Reitoria, da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), da Pró-Reitoria de Administração (Proad), da Assessoria de Comunicação Institucional (Ascom), da Unidade de Auditoria Interna (Audin), da Prefeitura do Campus, do Centro de Excelência de Eficiência Energética da Amazônia (Ceamazon) e do Diretórioo  Central dos Estudantes (DCE).

O lançamento da campanha, que ocorreu no último dia 9 de outubro, contou com a presença do reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho; do presidente interino da Comissão de Logística Sustentável, Gabriel Yoshiro; do pró-reitor de Administração, João Cauby; da pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Raquel Trindade; e do prefeito do Campus, Eliomar Azevedo, além de representantes  do Ceamazon e do Programa de Pós-Graduação em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais (Profciamb).

camp5“Nós estamos empregando o conhecimento que o Ceamazon produz no desenvolvimento de soluções para a UFPA. A questão da eficiência energética é mais complexa do que somente acender ou apagar as luzes. O conhecimento que o Ceamazon produz nos ajudará a fazer as coisas com outro potencial de resultados, revertendo em muitos ganhos para a Universidade, econômicos, científicos e de ensino. Estamos formando a comunidade para refletir sobre a sustentabilidade dos nossos atos de consumo de energia”, declarou o reitor, Emmanuel Tourinho.

De acordo com o prefeito Multicampi, Eliomar Azevedo do Carmo, o maior gasto da UFPA atualmente é com energia elétrica, mas esse gasto pode ser diminuído com ações como a campanha. “Nós dependemos de toda a comunidade acadêmica. São ações de cada um, que, se somadas, trazem um resultado mais amplo. Além desse dia a dia, que é o foco da campanha, também existem ações mais técnicas da Prefeitura e do Ceamazon, com o objetivo de aumentar a eficiência energética,  desde as instalações até a geração de energia”, lembrou.

Mudança de hábitos -  “Estamos trabalhando para fazer a UFPA começar a comprar equipamentos que sejam eficientes. Se não mudarmos nossos hábitos, os números não vão mudar. A Universidade extrapola o valor contratado de energia em muitos meses. Esse valor extrapolado poderia ser usado para a concessão de bolsas de pesquisa”, contou Ulisses Carvalho, representante do Ceamazon na cerimônia de lançamento.

camp4“O valor pago em energia aqui, na Universidade, é considerável dentro do orçamento, então, esta campanha vem com o intuito de utilizar este recurso de forma mais racional, que possamos trabalhar de forma mais sustentável. Também virão outras campanhas, e precisamos do apoio dos institutos, que sejam os nossos braços, para que possamos avançar nessas práticas sustentáveis”, comentou Gabriel Yoshiro, presidente da Comissão de Logística Sustentável da UFPA.

Para a pró-reitora de Planejamento, Raquel Trindade, a campanha é de grande importância para reaver parte do orçamento voltado a bolsas e projetos com a economia de energia. “Esta ação está vinculada ao nosso Plano de Desenvolvimento Institucional. O contrato de energia é um contrato muito caro, e nós, que lidamos com o orçamento da Universidade, temos esse problema. Muitas vezes, sacrificamos atividades de ensino, pesquisa e extensão importantes para pagar o montante de energia. Por isso dependemos de uma mudança de cultura. Essa ação é um pontapé inicial e muitas outras se desenvolverão a partir dessa”.

“De fato, é da nossa conta promover a responsabilidade socioambiental, e por conta dessa dificuldade econômica que vivenciamos, é necessário promover algumas ações de economia. A Universidade já atravessou muitos momentos difíceis, mas com um enorme esforço a gestão tem feito a Universidade funcionar do modo que esperamos, do modo que ela precisa”, afirmou o pró-reitor de Administração, João Cauby, um dos idealizadores da campanha.

Projetos futuros - O reitor da UFPA aproveitou a cerimônia de lançamento para comentar também sobre outros projetos vinculados, que estão em planejamento para o futuro. “São ações de desenvolvimento da própria universidade, em projeto coordenado pela professora Maria Emília Tostes, do Ceamazon. Planejamos ter uma usina de geração de energia fotovoltaica na UFPA, ônibus elétricos que farão o percurso do circular, e postos de abastecimento para os ônibus para que possamos abastecer os nossos ônibus com a energia que nós mesmos vamos gerar. Além disso, vamos ter um barco movido a energia solar fazendo um trajeto do Básico até o Profissional”.

O projeto do barco é um protótipo, com o objetivo de desenvolver a tecnologia de transporte fluvial movido a energia solar, para ser incorporado mais tarde pelas fabricantes de barcos da região. “É a universidade servindo ao desenvolvimento do Estado de uma maneira múltipla e ao mesmo tempo gerando um resultado do qual ela se apropria”, explicou.

camp3Ações que já estão sendo realizadas – Em julho, foi assinado um acordo entre o Ceamazon e a UFPA para a instalação de um sistema de monitoramento de energia elétrica no campus. O sistema já está em funcionamento e instalado atualmente em 23 prédios do campus. A Proplan, em setembro, lançou seu próprio projeto de desenvolvimento sustentável, o “Proplan Sustentável”.

O Ceamazon foi criado em 2006, em uma parceria da UFPA com a Eletrobras e com o governo do Estado do Pará, tendo o objetivo de atuar como uma entidade pública de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Desde então, o centro contribui para o desenvolvimento regional, buscando a eficiência energética por meio da expansão tecnológica, oferecendo subsídios para a regulamentação do mercado de eficiência energética na Região Norte.

Texto: Rafael Miyake – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Lucas Brito

registrado em:
Fim do conteúdo da página