Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Boletim Trimestral de Análise do Mercado de Trabalho será divulgado na próxima quinta-feira, 09
Início do conteúdo da página

Boletim Trimestral de Análise do Mercado de Trabalho será divulgado na próxima quinta-feira, 09

  • Publicado: Segunda, 06 de Julho de 2020, 18h15

Imagem Lançamento Boletim

O Observatório Paraense do Mercado de Trabalho (Opamet), vinculado ao Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UFPA, lançará o Boletim Trimestral de Análise do Mercado de Trabalho nesta quinta-feira, 09 de julho. O documento será divulgado na página do Observatório no Facebook e no seu site oficial.

O Boletim Trimestral é uma ferramenta de análise e acompanhamento do mercado de trabalho que tem como base de dados a PNAD-C e o Caged. O objetivo do documento é oferecer aos agentes econômicos e sociais um instrumento de acompanhamento das movimentações cíclicas do emprego, renda e das relações de trabalho nas duas unidades geográficas estabelecidas no Pará e em Belém.

Boletim Trimestral - Neste primeiro boletim de 2020, a Seção 1 contará com uma análise da conjuntura econômica nacional, centrada nos aspectos de emprego e ocupação atinentes aos fatores que definem o atual quadro econômico nacional, marcado pela profunda crise sanitária e econômica. A análise utiliza os dados da PNAD-CM (mensal), portanto já reflete os dados da crise sanitária e o aprofundamento da crise econômica.

Na Seção 2, é apresentada uma análise comparativa sobre dados relativos à ocupação e desocupação em Belém e no estado do Pará, com o objetivo de verificar a evolução do mercado de trabalho estadual. Na Seção 3, um estudo semelhante é feito sobre os indicadores de renda da população ocupada. Na Seção 4, há um artigo específico sobre os aspectos previdenciários, considerando também a crise sanitária.

Efeitos da pandemia - A pandemia de Covid-19 se alastrou de forma pouco controlada em território nacional, seja pela decisão das autoridades governamentais de fazerem valer o chamado “efeito rebanho”, seja pela incapacidade econômica da maior parte da população de realizar o chamado isolamento social, principalmente a grande quantidade de trabalhadores cuja ocupação encontra-se em regimes informais de trabalho e que se acentuaram nos últimos anos.

Por este motivo, neste último trimestre foi observada uma forte aceleração da taxa de desocupação, atingindo no trimestre móvel de março-abril-maio a taxa de 12,9%. Porém, o fator mais grave e revelador da profunda crise refere-se ao nível ocupacional, pela primeira vez na história brasileira há mais desocupados que ocupados, como mostram os dados da PNAD-C. O nível de ocupação em maio alcança 49,5% da PEA (População Economicamente Ativa).

Comparando trimestres anuais, em março-abril-maio de 2019 a população fora da força de trabalho era de aproximadamente 64 milhões de brasileiros, enquanto no mesmo período de 2020 chega quase a 75 milhões, ou seja, um crescimento de 15,8%. Embora esses índices possam ser explicados parcialmente pelo afastamento social causado pela Covid-19, está também relacionado a ausência de políticas mais amplas de estímulo ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo que reforça a tese da ineficácia das políticas existentes atualmente.

Outro aspecto que foi afetado pela pandemia foi o da chamada “força de trabalho potencial”, que dispõe sobre o número de pessoas que poderiam estar no mercado de trabalho, mas por diversos motivos não buscam ocupação, ou seja aquela pessoa que, frente às dificuldades, desistiu de buscar trabalho remunerado. Houve uma elevação, comparando trimestres semelhantes de 2020 e 2019, de quase 40% dessa massa populacional não ocupada, que foi de 8,3 milhões em 2019 para 11,8 milhões em 2020.

Para mais dados e a análise completa, acompanhe o lançamento do Boletim Trimestral.

Serviço:

Lançamento do Boletim Trimestral do Mercado de Trabalho do Opamet

Data: 09/07/2020

Horário: 19H

Local: Página do Opamet

Texto e arte: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página