Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Tese de professora da UFPA é selecionada em prêmio da Sociedade Brasileira de Física
Início do conteúdo da página

Tese de professora da UFPA é selecionada em prêmio da Sociedade Brasileira de Física

  • Publicado: Quinta, 30 de Julho de 2020, 17h13

NASA supermassivo

A tese de doutorado da professora Carolina Benone, do Campus Salinópolis da UFPA,  orientada pelo professor Luís Crispino, foi escolhida para o Prêmio SBF de melhor tese na área de Partículas e Campos (2016-2017). A premiação das comissões é a primeira etapa da seleção da SBF para a melhor tese de doutoramento do período em todas as áreas, o Prêmio José Leite Lopes de Melhor Tese de Doutorado.

Os Prêmios SBF de Tese de Doutorado foram criados pela Sociedade Brasileira de Física para estimular e valorizar os trabalhos de excelência e padrão internacional nas diferentes áreas da Física. Denominada "Scalar Fields in Black Hole Spacetimes and Analogues" (Campos escalares em espaços-tempo e análogos de buracos negros*), a tese trata sobre a interação entre matéria e buracos negros, além de abordar sobre modelos análogos, que são modelos que possuem as mesmas características que buracos negros, mas que podem ser feitos em laboratório.

"O objetivo era estudar em particular a absorção e também matéria presa ao redor do buraco negro. A matéria que consideramos pode representar a matéria escura, que aparece no centro de galáxias, ou também ser usada como um modelo simplificado para campos mais complexos. Estudamos também modelos análogos, que permitem analisar o comportamento de sistemas astrofísicos num ambiente controlado", explicou a professora Carolina Benone.

Para a professora Carolina, é gratificante receber esse reconhecimento. E há planos para estudos sobre a temática com situações mais complexas, que também sejam mais realistas. "Quando estudamos Física teórica, algo que está tão distante de nós, muita gente não entende a relevância do nosso trabalho. Além disso, por ser de abrangência nacional, este prêmio chama atenção para o trabalho que vem sendo desenvolvido na Região Norte do Brasil. Isso mostra que, mesmo tendo menos oportunidades que outras regiões do país, está sendo desenvolvida pesquisa e formação de recursos humanos de qualidade aqui", afirmou a professora Carolina Benone.

Professora Carolina BenoneSobre o processo de construção da tese - Ainda segundo a professora, o início dos estudos sobre relatividade geral ocorreu na iniciação científica, sob orientação do professor Luís Crispino. Seguiu-se para o mestrado, em que foi trabalhada a absorção de matéria por buracos negros.

"Depois disso, eu participei de um programa de doutorado sanduíche, durante o qual fui orientada pelo professor Carlos Herdeiro, da Universidade de Aveiro. Lá, nós começamos a pesquisa sobre estados ligados ao redor de buracos negros, que ocorrem quando a matéria fica 'presa' ao redor do buraco negro. Durante esse processo, tive oportunidade de colaborar com pesquisadores brasileiros e estrangeiros", pontuou a professora.

Objetos astrofísicos - Buracos negros são objetos astrofísicos extremamente simples, mas possuem características curiosas. Eles curvam o espaço-tempo de tal forma que nem mesmo a luz consegue escapar. Essa característica torna difícil a tarefa de observá-los diretamente, o que fez com que muitos cientistas duvidassem da sua existência.

Recentemente, com a observação da sombra de um buraco negro e com as observações de ondas gravitacionais, há evidências muito fortes da existência desses objetos. Por isso entender como a matéria interage com buracos negros é importante também para entender os dados que obtemos dessas observações.

Texto: Maiza Santos - Assessoria de Comunicação da UFPA.
Foto: Reprodução NASA

registrado em:
Fim do conteúdo da página