Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

PT EN ES

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Pós-Graduação da UFPA dá Salto de Qualidade na Avaliação da Capes
Início do conteúdo da página

Pós-Graduação da UFPA dá Salto de Qualidade na Avaliação da Capes

  • Publicado: Quarta, 20 de Setembro de 2017, 15h16

PROPESP Campus Belém Foto Alexandre de Moraes

Divulgado nesta terça-feira, 19 de setembro, o resultado da Avaliação Quadrienal da Capes (2013-2016) confirmou o grande avanço qualitativo dos programas da UFPA. Foram avaliados sessenta e três programas da instituição com mais de quatro anos de funcionamento, sendo cinquenta e dois programas acadêmicos e 11 programas de mestrado profissional.

A avaliação da Capes é comparativa. A nota de um programa de pós-graduação é definida não apenas com base nos seus próprios resultados, mas também considerando-se o seu desempenho relativo frente aos demais cursos da mesma área. Como o sistema de pós-graduação está em permanente evolução, a manutenção da nota significa que o curso acompanhou a melhora dos demais cursos em sua área no País. Quando um curso sobe de nota, isso significa que ele avançou muito mais do que os seus congêneres.Neste sentido, dezessete programas de pós-graduação da UFPA subiram de nota nesta avaliação da Capes. O resultado coloca a instituição entre as mais bem-sucedidas na avaliação. Foram dezesseis programas acadêmicos e um profissional que obtiveram notas superiores às da avaliação realizada em 2013. Como alguns programas oferecem mestrado e doutorado, o total de cursos com avanço da avaliação chega a vinte e oito. Entre os programas acadêmicos avaliados, o resultado representa 28% de programas com melhor desempenho. Nenhum curso obteve nota inferior à da última avaliação. 

Tabela PPGs UFPA

Outro dado importante da avaliação é que os maiores avanços foram em direção às notas superiores da escala de avaliação da Capes. Doze programas de pós-graduação subiram da nota 4 para a nota 5, o que significa consolidação em um patamar de excelência acadêmica e científica. São eles: Antropologia, Física, Zoologia, Biotecnologia, Ecologia Aquática e Pesca, Ciências Ambientais, Educação, Educação em Ciências e Matemática, Engenharia de Recursos Naturais da Amazônia, Doenças Tropicais, Letras: Linguística e Teoria Literária e Gestão dos Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia.Dois programas (Biologia dos Agentes Infecciosos e Parasitários; e Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) subiram da nota 5 para a nota 6, o que representa, além da excelência, um padrão internacional de qualidade. A UFPA passa a contar, a partir de agora, com quatro programas nota 6 (também mantiveram a nota 6 os programas de Geologia e Geoquímica; e Genética e Biologia Molecular). Três programas de pós-graduação, que ofertam apenas o Mestrado, passaram da nota 3 para a nota 4 e poderão agora pleitear a abertura do Doutorado (Odontologia, Agriculturas Amazônicas e Comunicação e Cultura na Amazônia).

Para o reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho, a avaliação da Capes atesta que a UFPA está sendo bem-sucedida na consolidação do maior sistema de pesquisa e pós-graduação da Amazônia. “Este resultado é absolutamente extraordinário e merece ser celebrado por toda a UFPA. Além do grande número de programas que subiram de nota, o avanço maior foi justamente na faixa das notas mais altas. A pós-graduação da UFPA está alcançando um patamar de excelência indiscutível. Estamos muito felizes com o resultado e parabenizamos todos os responsáveis por essa grande conquista”. Ainda segundo o reitor, mesmo com as limitações orçamentárias, os investimentos da UFPA em seu sistema de pós-graduação têm sido mantidos e, na medida do possível, serão ampliados. “Esse é um investimento que tem dado muitos bons resultados, com repercussões também na qualidade da graduação e na capacidade de a universidade atender necessidades diversas da sociedade. Portanto merece ser não apenas mantido, mas também ampliado”, concluiu o reitor.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPA, Rômulo Angélica, o resultado da pós-graduação da UFPA é consequência das políticas adotadas, como o Programa de Acompanhamento Institucional dos Programas de Pós-Graduação, idealizado no final de 2010, pelo prof. Emmanuel Tourinho, quando ainda estava na Propesp. Com o Acompanhamento Institucional, são avaliados os indicadores acadêmicos e científicos do programa e são definidas metas de curto, médio e longo prazos. Ao longo do quadriênio, essas metas são monitoradas com o suporte de consultores externos que visitam, periodicamente, os programas, esclarecem sobre o funcionamento de cada área e discutem alternativas para o cumprimento do planejamento inicialmente estabelecido. Somam-se ao Acompanhamento Institucional, programas como o PACI (Programa de Apoio a Cooperação Internacional), o PAPQ (Programa de Apoio a Produção Qualificada), entre outros, no fortalecimento e melhoria da qualidade dos Programas de Pós-Graduação da UFPA. “Em breve, vamos convocar o Fórum dos Coordenadores de Programas de Pós-Graduação da UFPA para avaliar esse resultado e traçar as metas para o próximo período de avaliação, que já começou este ano (2017-2020)”, concluiu o pró-reitor.

Confira aqui os resultados da Avaliação da Capes e a tabela completa dos cursos que subiram de nota.

Texto: Divulgação

Foto: Alexandre de Moraes

registrado em:
Fim do conteúdo da página