Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Parceria entre UFPA e IFPA produz protetores faciais para atender a órgãos de municípios da região do Lago de Tucuruí
Início do conteúdo da página

Parceria entre UFPA e IFPA produz protetores faciais para atender a órgãos de municípios da região do Lago de Tucuruí

  • Publicado: Quinta, 21 de Maio de 2020, 18h32

UFPA IFPA Tucurui máscara covid

A Universidade Federal do Pará (Campus Tucuruí) em parceria com o Instituto Federal do Pará (CampusTucuruí), por meio da iniciativa de seus professores Débora Dias Costa Moreira (UFPA) e Deriks Karlay Dias Costa (IFPA), se uniram no combate ao coronavírus (Covid-19) com a confecção de protetores faciais (Face Shields). A ação visa auxiliar na proteção dos profissionais que estão trabalhando no combate à pandemia nos municípios em torno do Lago da Usina Hidrelétrica de Tucuruí.

A produção está sendo doada e, até o momento, foram atendidos 24 órgãos da região: hospitais, postos de saúde, unidades de pronto atendimento, vigilância sanitária, Defesa Civil, hemocentro, Exército, Samu, Corpo de Bombeiros, além de médicos da Polícia Militar. Todos situados nos municípios de Tucuruí, Breu Branco, Novo Repartimento, Goianésia do Pará, Limoeiro do Ajuru, Cametá, Marabá, Jacundá e Mocajuba.

UFPA IFPA Tucurui máscara covid1“Eu vinha recebendo diversos relatos de amigos médicos, enfermeiros e muitas pessoas que estão no fronte do combate à covid-19. Eram relatos de caos e calamidade. Chamei meu irmão, que é docente do IFPA, e perguntei se ele queria enfrentar isso comigo. Fizemos um primeiro protótipo há uns 45 dias, e, desde então, estamos produzindo 24 horas, virando dia e noite”, conta a professora Débora Moreira, idealizadora do projeto.

Ampliação das ações - Para dar continuidade a essas ações e ampliar a impressão das máscaras que têm o potencial de minimizar os riscos aos quais estão sujeitos os médicos, enfermeiros e outros profissionais que atuam na triagem e no atendimento aos infectados pela covid-19, os professores Deriks Costa e Débora Moreira submeteram, no dia 22 de abril, em nome do IFPA e da UFPA, um projeto ao Ministério Público Estadual pleiteando recursos, uma vez que a primeira remessa de máscaras foi produzida com material doado pela comunidade local.

As Promotorias de Justiça de Breu Branco e Tucuruí aprovaram o projeto e autorizaram o repasse de recursos oriundos de fundos públicos no dia 7 de maio. Ao todo, são, aproximadamente, R$ 14 mil reais destinados à aquisição dos seguintes materiais: elásticos, embalagens plásticas, folhas de acetato e filamentos, e impressoras 3D.

UFPA IFPA Tucurui máscara covid2“O repasse dos recursos foi primordial para triplicarmos a produção. Com esse auxílio, foi possível comprar quatro impressoras 3D, mais 15kg de filamentos, 80 folhas de acetato, elásticos e embalagens. Ainda sobrou um pouco de dinheiro e estamos produzindo um esterilizador por raios UV”, comemora Débora.

Além de atender a quase todos os municípios do entorno do Lago de Tucuruí: Marabá, Breu Branco, Novo Repartimento, Jacundá, Goianésia do Pará, Baião, Cametá e Limoeiro do Ajuru, a ação contempla também todos os profissionais que estão no atendimento aos índios das aldeias Parakanã e Trocará.

Atualmente, os professores também estão desenvolvendo um aplicativo para disponibilizar as doações e a prestação de contas do dinheiro recebido. “Queremos que as pessoas fiquem cientes de todas as ações que estão sendo desenvolvidas. Creio que, em breve, o aplicativo já estará na plataforma funcionando. Estamos muito felizes com o resultado e vamos continuar trabalhando”, finaliza a professora Débora Moreira.

Texto: Nayana Batista - Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página